MANUAL DO PROPRIETÁRIO NÃO DEVE SER UM CÓPIA E COLA

MANUAL

MANUAL DO PROPRIETÁRIO NÃO DEVE SER UM CÓPIA E COLA

Muito além da exigência normalizada ou prática do mercado, o manual do proprietário é uma excelente ferramenta para garantir a satisfação de seus clientes assim como descrever as responsabilidades que o mesmo passa a ter para que possa usufruir do imóvel e de suas garantias, por esta razão investir na elaboração de um manual do proprietário adequado, é uma excelente forma para encantar seus clientes e ter tranquilidade jurídica quanto ao uso do patrimônio entregue.

Sendo o manual do proprietário um documento que contém informações importantes sobre o imóvel adquirido o mesmo informa sobre os sistemas do imóvel, materiais utilizados e as técnicas adotadas na construção assim como o mesmo irá atingir a vida útil prometida na comercialização do imóvel .

Nele, são apresentadas as garantias, manutenções e todos os requisitos normalizados, a fim de que não ocorram transtornos por eventuais reformas incorretas e/ou usos indevidos do local.

Por que investir em um especialista

Um bom manual do proprietário informa os direitos e obrigações de quem adquiriu o imóvel descrevendo claramente sobre as ações que podem acarretar a perda de garantia ou até em riscos para as instalações.

O manual do proprietário descreve o relacionamento entre as construtoras e seus clientes pois  o envolvimento é de longo prazo, estendendo-se desde o período da construção até a entrega das chaves e o pós-venda.

De acordo com o Código de Defesa do Consumidor, a disponibilização do manual do proprietário é obrigatória e regida pela Norma Brasileira ABNT NBR 14037 a qual descreve as condições de utilização do imóvel, esse tipo de recurso visa a minimização da ocorrência de problemas. Além disso, fornece uma garantia ainda maior de satisfação aos consumidores.

Com uma oferta cada vez maior de negócios no mercado, as empresas necessitam agregar diferenciais em seus produtos. Sendo assim, o manual funciona como uma extensão efetiva da venda.

O conteúdo deve ser exclusivo para o empreendimento e descrever as condições para entrega e gestão do pós-chave onde seu conteúdo deve fiel às reais situações do imóvel.

O formato do manual do proprietário pode variar de acordo com a complexidade de cada construção devendo ser um documento para as áreas comuns o qual o síndico será o responsável pelas ações e do proprietário, onde cada proprietário de unidade devera se responsabilizar pelo efetivo uso e operação assim como as manutenções necessárias para seu patrimônio não se desvalorize, nem impacte nas unidades vizinhas.

Temos uma solução

É importante que o manual seja claro e use uma linguagem apropriada, por isto a recomendação da contratação de um especialista para elaboração, recomendamos neste caso a RSO ASSESSORIA, a qual conta com um dos melhores especialista no assunto, sendo coordenador técnico dos principais trabalhos que regem esta parte da incorporação.

Nosso trabalho não é somente escrever um texto bonito e sim prestar assessoramento quanto atendimento de diversas normas técnicas atreladas, inclusive a norma de desempenho e de demais normas que regem as regras sobre esta fase da incorporação, atuamos diretamente na criação de todas estas regras, onde somos coordenador técnicos de documentos setoriais (SINDUSCON, SECOVI E CBIC), garantindo tranquilidade jurídica que o trabalho será realizado por um especialista e alinhado com o que há de mais atual sobre o tema.

Compartilhe esta postagem

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *